logo fm91 logo 1500am whats-radio9

Notícias &... A que ponto chegamos... Por Cassiane Bender

textossite copia

Se você está lendo esse texto neste momento, lhe peço para tirar alguns minutos do dia para entrar na internet, algo que deve fazer constantemente, e pesquisar pelo seguinte: Cachorro nada e recolhe lixo no rio Tietê. Vale apena tirar um tempinho para ler esta matéria, colocar o dedo na ferida da consciência e repensar atos.

Sinceramente, me pergunto todos os dias a que ponto chegamos... Será que é preciso de mais provas para mostrar realmente que os ‘irracionais’ somos nós, e não os animais? Veja bem, este animal que inconscientemente recolhe lixo em um dos rios mais poluídos do Brasil, e quem dirá, do mundo, está realizando algo que nós nos negamos a fazer todos os dias que é pensar no meio ambiente e no lugar que vivemos.

O ‘animal’ é uma cachorra que há cerca de dois anos vive com o pessoal que realiza a limpeza do rio, e de tanto observar os ‘amigos’ recolhendo o lixo que as pessoas insistem em descartar em local indevido, tomou gosto e começou a ajudar. Sim! Eu sei que deve ser um ato inconsciente e que a cachorra não deve ter noção do bem que está fazendo... Mas sim! Eu também sei que se até os animais estão fazendo a sua parte, todos nós também podemos fazer!

 Me surpreendo a cada dia com os animais que acabam fazendo coisas que podem não ter sentido, mas que no final querem nos dizer muito... e me surpreendo principalmente com o ser humano que foi premiado ao receber assim que nasce uma vida toda pela frente para jogar tudo para o ar, por não agir de uma forma condizente ao que deveria. Queria poder falar mais sobre o assunto, porém, é impossível querer colocar na cabeça das pessoas o que já vem sendo dito há tanto tempo e ninguém ouve.

Aqui posso afirmar que muitos se esforçam em manter nosso ambiente agradável, afinal, quem vive aqui na Terra somos nós ou você tem vontade de ir para Marte? Acho que não, certo! Então, seguindo nessa lógica, daqueles que trabalham para que possamos ter um dia bonito, com um lugar para se viver bem harmonioso e limpo, chego em uma das profissões que deveria ser mais valorizada: gari.

Garis são pessoas que realizam a limpeza da cidade, seja da forma que for, e quem valoriza? Poucos infelizmente! Digo isso com propriedade, pois minha mãe já trabalha há mais de 15 anos nesta profissão e me orgulho muito dela. Já ouvi muitos falando: ‘Ah, mas se eu não sujar, quem vai dar serviço para sua mãe?’. Bem, pelo que sei, ela não é paga para ‘ajuntar o lixo dos outros’, e sim, para manter a ambiente limpo, independente da quantidade de serviço que tiver.

Já está mais do que na hora das pessoas colocarem algum sentido em suas vidas... e como aprendi na escola: pensar nas gerações futuras, que não têm culpa alguma do que seus antepassados fizeram. Não sabemos como o planeta estará daqui há alguns anos. E não é preciso muito para que sintamos as mudanças que a cada dia nos assolam. Cuide do planeta, do seu país, da sua cidade... da sua casa.

Falando nisso, posso destacar que essa semana o município de Chapada, que é conhecido por sua hospitalidade e simpatia completou 56 anos. Porém, nosso município também é conhecido por sua beleza, organização e limpeza, e isso sim é motivo de mito orgulho para todos nós! E é por isso que digo, tudo começa assim, pode ser que Chapada seja uma cidade pequena comparada a grandes centros, mas o que posso dizer é que meu município tem meu respeito, o que posso querer de melhor do que aproveitar tudo que ele tem a oferecer. Temos tanto aqui que nem nos damos conta, e tentamos comparar tudo e a todos, e para que? Para chegar a uma só conclusão: vivemos em um bom lugar, com paz, saúde, união, amor, beleza e limpeza.

Notícias &... Cassiane Bender na edição do Jornal ABCNotícias