logo fm91 logo 1500am whats-radio

Sobre o que é ser mulher, por Cassiane Bender

 

É hora de trocar uma ideia sobre o que realmente é ser mulher...

No dia 8 de março, onde comemora-se ‘o nosso dia’ várias homenagens são feitas, falando da delicadeza e ternura de ser mulher. Mas, é mesmo assim? Com certeza não. Mulher é muito mais! Mulher é força, é garra... Ser Mulher é saber que pode mais a cada dia... Ser Mulher é ter uma sociedade inteira julgando, e durante toda a vida.
Você pensa que as mulheres já conquistaram todos os seus direitos? Pode ser que sim, mas a vida e o seu entorno continua sendo terrível em alguns casos.
Em uma conversa descontraída com uma amiga, tive meus olhos abertos com algumas questões que, para mim, não tinham tanto sentido no momento, mas que sim, podem fazer parte do meu dia a dia.
Vamos falar de preconceito! E não é sobre raça ou cor... é sobre julgamento. Mulheres são julgadas diariamente e por ‘N’ motivos. Se é mãe solteira é julgada! Separou? E julgada! Não tem o sonho de ser mãe? É julgada! Tem uma função superior a algum homem? É julgada!
A sociedade precisa entender que o ser humano tem o direito de escolha independente do gênero. Somos totalmente livres, mas ao mesmo tempo, estamos presas em estereótipos que a própria comunidade criou. Um exemplo é a questão de ser ou não mãe. Tempos atrás, a mulher estava destinada a ser mãe, ficar em casa com os filhos, dando educação e fazer as tarefas domésticas. O rótulo da mulher era: SER MÃE. Mas as coisas mudaram.
Acredito ser totalmente normal fazer suas escolhas, principalmente neste sentido. Só porque a mulher não quer ser mãe, não quer dizer que ela não sinta amor, carinho e demais sentimentos. Nossa realidade é bem diferente de tempos atrás, e buscar o que é melhor para si é com certeza a melhor solução.
Outra coisa que penso: porque a mulher ‘precisa’ saber cozinhar e ‘gostar’ de fazer as tarefas domésticas? Não precisa! Ninguém é obrigado a gostar de tudo e de todos, principalmente disso. Outra regra que a sociedade impôs, e não tem sentido algum. Depois de tanta luta e mortes, ainda nos deparamos com situações que fogem dos direitos conquistados.
Parece brincadeira mas não é! Estamos envoltas em uma sociedade que discrimina e julga sem medir as consequências, e isso precisa terminar, e logo.
Então, ser mulher é seguir enfrentando barreiras em um tempo que deveria ser de tranquilidade. Ser mulher é ainda lutar por direitos que já foram alcançados. Ser mulher é ser rotulada a cada dia. Ser mulher é receber julgamentos desnecessários.
Ser mulher é ser o que quiser e quando quiser! Lembre-se disso! Tenha atitude para mudar se for necessário.
Tenha atitude para melhorar sua vida e sua rotina. Tenha atitude e lembre que muitas mulheres deram a vida para que pudéssemos chegar até aqui.