logo fm91 logo 1500am whats-radio

Notícias &... Cassi Dill 15.05.15

textossite copia copia

Seguindo na linha de pensamento da minha colega Cassi Bender, que há algumas edições falou sobre o poder da palavra NÃO, hoje quero dissertar sobre o poder das palavras em si.

São muitas as ocasiões em que palavras machucam mais do que socos e tapas. Quantas situações nos deixam para baixo somente com uma única e exclusiva palavra.

Quantas vezes nem é preciso de uma palavra para irradiar alegria em nossa vida. Mais do que simples afirmações ou negações, as palavras são estímulos para nossos ouvidos e sentimentos.

Há momentos estressantes, difíceis, angustiantes, sofridos e frustrantes. Momentos que precisam de palavras de incentivo, motivação, daquela palavra que só o verdadeiro amigo ou nossa família sabe dizer no momento e na hora certa. Sentimentos que precisam do apoio de alguém, da palavra certa para ser revertido. Capacidades que com somente um olhar, um gesto, uma palavra é capaz de despertar.

Mas também há momentos de alegria, ansiedade, felicidade, diversão e exaltação. Momentos sim, onde palavras são ditas com o maior ânimo, seja um “Parabéns”, “Valeu”, “Você merece!”, ou um sincero “Tudo de bom”. Situações importantes na vida de todos.

Palavras ditas ao vento, involuntariamente atingem pessoas erradas. As tradicionais indiretas (que dificilmente alguém não tenha utilizado dessa tática) podem provocar grandes confusões e decepções. Amigos se afastam por coisas ditas ironicamente; pais que sofrem por dizeres relacionados a seus filhos; filhos que não acreditam em seus pais por assuntos distorcidos. Não é algo raro de acontecer.

Palavras jogadas aos ares podem atingir qualquer pessoa, e qualquer pessoa mesmo! Aquelas que merecem, ou aquelas que não possuem nenhum vínculo com o assunto.

Uma das palavras mais bonitas em nosso vocabulário é ‘PERDÃO’. Ter a capacidade de pedir desculpas, assumir seus erros e tentar corrigi-los é uma grande virtude de uma boa pessoa. Cada perdão não dito é como um tiro no pé, é como sempre dizem “Uma hora a volta vem”.

Nunca sabemos o dia de amanhã, e essa palavra não pronunciada pode fazer muita falta. Perdoar não é humilhante, muito pelo contrário, é algo que expressa a humildade, a valorização do próximo e a si mesmo.

Palavras bonitas vão muito além das tradicionais “Palavras de Boas Maneiras”. Seu sentido verdadeiro transmite sensações, sentimentos e emoções.

São as palavras que aproximam ou afastam as pessoas uma das outras. São elas as responsáveis por felicidade ou tristeza, e elas podem levar da alegria e euforia extrema, à total desolação e decepção. É como um avião que perde altitude em poucos segundos.

Nossa boca, nossa escrita, nossa pronúncia expressam muito sobre nós. Cada personalidade tem a sua característica, cada ser humano possui sua peculiaridade, seja ela positiva ou negativa.

Algumas palavras que mudam nossa vivência: Perdão, Confiança, Fé, Persistência, Responsabilidade, Cidadania, Motivação... Algumas palavras que você talvez nunca queira ouvir: Morte, Desespero, Tristeza, Decepção, Inimizade...

Exemplos não faltam...Mas uma coisa é certa: você faz da sua vida as suas palavras. Crie o hábito de falar coisas boas, seja educado com todos à sua volta, peça perdão sem ter medo do que os outros irão dizer, sinta a alegria em dizer “Bom Dia”, “Muito Obrigado”. Acredite nas palavras que te fazem bem. Diga ao outro o quanto você gosta dele. Seja o que você quiser falar.

     Pense. Reflita. E fale.

     Ótimo ‘findi’ pra você!

Notícias &... publicado na edição do Jornal ABCNotícias do dia 15.05.15