logo fm91 logo 1500am whats-radio9

por-que-unhas-descamam

A descamação das unhas pode estar relacionada ao estresse, a uma má alimentação e até doenças sistêmicas como, por exemplo, hipotireoidismo, psoríase, problemas renais e hepáticos, entre outros. Veja como remediar algumas causas.

Se a origem do problema está relacionada à deficiência nutritiva, provavelmente o que falta no organismo é o cálcio.
Algumas dietas muito restritivas, com intuito de fazer a pessoa perder peso muito rapidamente, também podem causar distúrbios no organismo, e no desenvolvimento das unhas, fazendo com que elas nasçam mais frágeis e quebradiças.

Para garantir unhas fortes, aposte em uma dieta rica em ferro, zinco, cálcio, selênio, proteínas e vitaminas. Inclua mais peixes, aveia, castanha-do-pará, iogurte, frutas, feijão, beterraba, espinafre e abóbora nas suas refeições.

Descuido na manicure

O mais frequente é que a descamação seja sinal de reações à interferência de agentes que causam micose e alergia. Em geral, esses desequilíbrios são provocados pelos próprios produtos e hábitos no procedimento de manicure.

Entre as práticas que podem danificar a saúde das unhas e podem ser evitadas estão: uso de unhas postiças, de lixas e químicos (como acetona) em excesso, esmaltes de má qualidade ou com formol, e sem um descanso de dois dias entre uma pintura e outra para que as unhas “respirem”.

Agentes externos

O contato com produtos químicos, tais como desinfetantes e outras soluções de limpeza também pode ser prejudicial, caso seja feito sem a proteção de luvas. Além de provocarem descamação das unhas, tais produtos também provocam irritação na pele. Além das luvas de latex durante a faxina, use um óleo fortalecedor nas unhas. Aplique antes de dormir, duas ou três vezes por semana, um óleo de argan ou outras loções fortalecedoras específicas para unhas.

por-que-unhas-descamam-2