logo fm91 logo 1500am whats-radio9

Que País é esse?

hqdefault

  Estamos demasiadamente ocupados demais para ver os problemas dos outros, os nossos estão cada vez maiores. Cada vez mais pródigos com nosso semelhante, insensíveis, só sentimos nossa dor. Estamos repletos de sonhos, ou seriam nossas angustias, por saber que a vida passa rápido demais e não saber-se-á tempo suficiente para dispormos de nossas futuras conquistas e aproveitá-las na glória.

  Todo dia é uma surpresa, um caminho incógnito, ninguém sabe se vai acordar, se vai conseguir pisar da porta para fora, pior ainda é saber se vai voltar para casa, se nenhuma tragédia vai acontecer. É literalmente cínico pensar que estamos presos na nossa “liberdade”, sujeitos escravos a pátria, não digo a “nossa” não considero ela pátria amada, nem minha. O brasil tem repercutido de forma geral negativa em âmbito externo. O caminho da lava jato certamente muito espinhoso, mas necessário, mas será que tão necessário, foi mesmo tão necessário para o eleitor acordar, cair na realidade, entender que a corrupção é o carro chefe de Brasília, que nada passa de um jogo tabulado de interesses. Alguns, pena, ainda não acordaram.

  No nosso estado, a segurança está desolada, quem nos protege recebe parcelado, quem nos educa, e ensina virtudes e deveres que deveriam ser repassados pelos pais está à mercê da inadimplência do estado. O piso não condiz com as necessidades dos trabalhadores assalariados. O campo empedrado pela desvalorização crescente.

  Em um ano, segundo informações da Emater, 25 mil produtores de leite largaram mão da atividade. Já que o Estado voltou a importar leite em pó do Uruguai. Pra que? Afinal a Petrobrás que é nossa, frase discurso dos petistas, hoje é de quem mesmo? Nós pagamos o combustível mais caro do mundo etanol, diesel, gasolina e álcool, temos os impostos mais altos. Energia tem todo mês taxa extra, já não é mais novidade, virou rotina, Tchê tu fica loco analisando tudo isso... o pior é ver o garantismo social, pessoas que defendem criminosos, ladrões, adotam teorias, fundamentam a vida num discurso que isso é normal, sempre existiu. Na prisão, um vago gasta em média R$2400,00 para a nação, custo total por ano de R$20 bilhões. Tu acha que nossa política é correta? Quando ele é preso, é questionado se gostaria de trabalhar na prisão, para reduzir pena e ter outros benefícios, para né, não tem essa de perguntar se quer, tem que impor, direitos humanos sim, deboche não. Isso é um deboche com quem trabalha no sol, na empresa, é autônomo, comerciante e vendedor.

  Preso tem que trabalhar sim, não pra diminuir pena, mas pra pagar o que custa pro povo! São contra pena de morte porque tem que garantir o direito do assassino, quem dá então a “garantia fundamental” para a família que perdeu um pai, uma mãe, um filho. Reforma no sistema carcerário? Gastar mais dinheiro com bandidagem? Lendo uma reportagem que fazia referência a um motim que aconteceu num dos maiores presídios do Paraná, lembrou que em 2014, outra rebelião na mesma unidade deixou ao menos cinco presos mortos e 27 feridos.  Na ocasião, cerca de 80% da estrutura da penitenciária foi destruída pelos presos. A reforma custou cerca de R$ 1,3 milhão. Esse poderia ter sido o dinheiro usado para salvar aquela vida que não chegou nem a sair da fila do SUS, morreu lá, iludida. Que país é esse? Não adianta só reclamar do Temer, ele teve uma Chapa quando se elegeu. No fim das contas, os problemas estão em toda a parte, mas vamos rir um pouco, mas sem palhaçada, no programa do Sílvio Santos do último, entrevistado Tiririca revelou-se o deputado mais atuante, participa de todas as sessões, é assíduo na Comissão de Educação e Cultura e fez projeto que beneficia trabalhadores do circo, sempre muito criticado, mas o único que faz sua jornada. E não possui escândalos partidários.