logo fm91 logo 1500am whats-radio

TAPEJARA - 'Todo nosso trabalho', diz proprietária após morte de mais de 30 vacas

vacas2

Em razão da morte de mais de 30 vacas na propriedade da família Zanatta, em Tapejara, na Região Norte do Rio Grande do Sul, a estimativa é que a renda diminua em torno de dois terços já no próximo mês. Era do gado leiteiro que vinha o principal rendimento. Os animais morreram eletrocutados durante a forte chuva de quarta-feira (19), quando um cabo elétrico caiu e atingiu o rebanho na propriedade.

Os animais foram retirados do local pela prefeitura da cidade, por volta das 16h ainda na quarta-feira, e encaminhados para um aterro, conforme os proprietários.

Além da administração municipal, eles entraram em contato com a companhia de elergia elétrica que abrange a área para tentar um ressarcimento ou alguma outra proposta.

"A pastagem dos animais fica perto da estrada. As pessoas que passavam por lá foram as primeiras a verem. Quando o meu cunhado viu, nos avisou que as vacas estavam mortas. Foi um choque, quando eu vi… Era todo o nosso trabalho", conta uma das moradoras, Ana Maria Zanatta.

A família possuía 57 vacas leiteiras da raça holandesa, das quais 20 não foram atingidas pela descarga elétrica e sobreviveram. A produção era de mil litros de leite por dia, segundo os proprierários. Como a diminuição dos animais, a produção deve cair para 300 a 400 litros, calcula a produtora Ana Maria.

A concessionária Rio Grande Energia (RGE) disse por meio de uma nota que lamenta o fato. "A RGE nos disse ontem que vai nos ligar novamente nesta quinta-feira. Vamos esperar uma proposta deles ou o ressarcimento, pois o leite é a base da renda da nossa família", conta Ana Maria.

Segundo ela, cada uma das vacas mortas gera um prejuízo de aproximadamente R$ 10 mil. O G1entrou em contato com a RGE nesta quinta-feira (20) para saber do andamento da negociação, mas ainda não obteve resposta.

Confira a nota da RGE na íntegra:

"A Rio Grande Energia (RGE) lamenta o acidente com a rede de energia elétrica que causou a morte de bovinos em uma propriedade rural de Tapejara. Houve o rompimento de um cabo de energia no local, em virtude do forte volume de chuvas e descargas atmosféricas que atingem o Estado desde o último final de semana. A concessionária, após informada do rompimento da rede, isolou o risco e trabalha para a recomposição da energia."

Fonte: G1