logo fm91 logo 1500am whats-radio

LAGOA VERMELHA - Polícia investiga se idosas foram mortas por causa de herança

casa 1 dulci

A polícia investiga se duas idosas encontradas mortas com tiros na cabeça em uma propriedade rural de Lagoa Vermelha, no Norte do Rio Grande do Sul, foram executadas por conta de uma disputa por herança.

Uma das vítimas foi identificada como Regina Venzom Picolli, de 61 anos. Ela era dona da propriedade rural e vivia sozinha desde a morte do marido há cinco meses.

A outra vítima era Vilma Scalabrin Casal, de 79 anos, que vivia em Caxias do Sul, na Serra gaúcha. Ela estava na casa para visitar a amiga e foi executada, conforme a polícia, porque testemunhou o crime.

Os corpos foram encontrados por um vizinho que foi à propriedade rural para trabalhar na tarde de terça-feira (25).  De acordo com a Brigada Militar, a casa tinha sido revirada.

A Polícia Civil abriu um inquérito para apurar o crime, e tomou o depoimento de familiares que relataram que após a morte do marido de Regina teve início uma disputa por uma herança.

A investigação já aponta um suspeito para o crime, no entanto, a delegada responsável pelo inquérito, Tais Bee Witte Neetzow, não quis dar maiores detalhes para não prejudicar o andamento dos trabalhos da polícia.

Regina foi sepultada na manhã desta quarta-feira em Lagoa Vermelha, e o corpo da amiga foi transferido para Caxias do Sul.