logo fm91 logo 1500am whats-radio9

SEGURANÇA PÚBLICA - Força-tarefa vai atuar no combate ao roubo e contrabando

 

     O deputado Jerônimo Goergen (PP-RS) foi recebido em audiência na quinta-feira (9), em Porto Alegre, pelo secretário da Segurança Pública do Rio Grande do Sul, Cezar Schirmer. O encontro também contou com representantes das empresas cerealistas e de empresas produtoras de agroquímicos. Na audiência, o parlamentar levou a preocupação dos empresários e produtores rurais com a escalada de crimes envolvendo o roubo, furto e contrabando de defensivos agrícolas. “Por serem produtos importados, cotados em dólar, esses itens passaram a ser altamente visados por criminosos”, explicou Jerônimo. 

Segundo representantes da Associação dos Distribuidores de Insumos Agropecuários (Andav), as ocorrências se multiplicaram de dezembro do ano passado a fevereiro deste ano. “Recebemos a informação de que 30% de tudo o que está sendo comercializado em termos de defensivos é fruto de roubo, furto e contrabando. Isso virou uma epidemia criminal. O mais grave ainda é a entrada ilegal de produtos oriundos do Uruguai, Argentina e Paraguai, muitas vezes rótulos que sequer têm registro no Brasil. Ou seja, além dos prejuízos econômicos, a saúde pública e o meio ambiente estão em risco e ”, alertou o parlamentar.

Ao final do encontro ficou estabelecida a criação de uma força-tarefa envolvendo as áreas de meio ambiente, agricultura e segurança pública. As entidades ligadas ao setor vão encaminhar dados oficiais sobre os prejuízos para embasar o início dos trabalhos. “Será preciso um trabalho de fôlego, que vai exigir o uso da inteligência para identificar rotas, municípios mais expostos e os operadores dessa rede, que inclui um grande número de receptadores, atravessadores e produtores que fazem uso desses produtos ilegais”, finalizou Jerônimo.

Texto e foto: Apolos Neto/Tribuna da Produção