logo fm91 logo 1500am whats-radio9

Tribunal de Justiça decide na próxima semana se réus do Caso Kiss vão a júri

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJ-RS) decide na próxima quarta-feira (22) se os quatro réus do processo principal do Caso Kiss serão julgados pelo Tribunal do Juri. Em julho de 2016, o juiz Ulysses Fonseca Louzada, de Santa Maria, decidiu que eles serão levados a júri, mas a defesa recorreu.

São réus Elissandro Spohr e Mauro Hoffman, sócios da boate, Marcelo de Jesus dos Santos, vocalista da Banda Gurizada Fandangueira, e Luciano Bonilha Leão, ajudante de palco da banda. Eles respondem por homicídio duplamente qualificado pelas 242 mortes, por crueldade no caso da asfixia, e motivo torpe, por terem usado uma espuma mais barata e de pouca qualidade para isolar o som no local. Além disso, também respondem por 636 tentativas de homicídio, com as duas qualificadoras.

Em agosto do ano passado, os advogados dos quatro réus recorreram em primeira instância, pois alegam omissão, contradição e ambiguidade nas decisões. Agora, o caso está no Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul.

Caso a decisão se mantenha, a defesa irá apelar ao Superior Tribunal de Justiça (STJ).

INFORMAÇÕES: GAÚCHA SM