logo fm91 logo 1500am whats-radio9

Diretor da Susepe é afastado do cargo após ser flagrado dirigindo embriagado em carro oficial

 

O diretor da Escola Penitenciária da Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe), João Eduardo Quevedo Raymunde, foi afastado do cargo nesta segunda-feira (20), um dia após ser flagrado dirigindo, sob efeito de álcool, um carro oficial do órgão.

O flagrante ocorreu na tarde de domingo, na BR-290, em Rosário do Sul. Hoje, o secretário estadual da Segurança Pública, Cezar Schirmer, determinou abertura de sindicância para apurar o caso.

Conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Raymunde conduzia um Toyota Corolla – carro oficial que não estava com os adesivos da Susepe. Ele estava com a esposa, a cunhada e uma sobrinha de três anos, e voltava de Uruguaiana após uma festa de Carnaval fora de época na cidade.

O Corregedor-Geral do Sistema Penitenciário, Luiz Fernando Lopes Barcelos, afirmou que não é permitido o transporte de “particulares dentro de veículo oficial”. A sindicância vai apurar também o porquê de o veículo estar sem o adesivo de identificação e o motivo para a viagem até Uruguaiana. “Vamos investigar se ele estava a serviço ou não, a que ‘título’ ele foi até a cidade”, explicou Barcelos.

O teste do etilômetro resultou em 0,22 miligramas de álcool por litro de ar expelido, quando o permitido é até 0,05 mg/l. O diretor foi autuado por dirigir sob o efeito de álcool, transitar com o veículo em desacordo com as especificações exigidas pela legislação e por transportar criança sem o uso de cadeirinha adequada.

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) se manifestou por meio de nota oficial.

Confira a nota da SSP:

O secretário de Segurança Pública, Cezar Schirmer, determinou, nesta segunda-feira (20), a abertura de sindicância e afastamento imediato do servidor João Eduardo Quevedo Reymunde do cargo de Diretor da Escola Penitenciária da Superintendência de Serviços Penitenciários (Susepe) do Rio Grande do Sul. O servidor público estadual foi flagrado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), neste final de semana, conduzindo veículo oficial, acompanhado de familiares e apresentando sinais de embriaguez.

INFORMAÇÕES: GAÚCHA