logo fm91 logo 1500am whats-radio9

MARAU - Menina viaja cem quilômetros para denunciar abusos de padrasto

Para denunciar abusos sexuais do padrasto, uma menina de 12 anos viajou de carona cerca de cem quilômetros entre duas cidades no norte gaúcho. Ela deixou Marau, onde morava com a mãe e o companheiro dela, no início da tarde de segunda-feira e chegou ao Conselho Tutelar de Soledade, onde se encontrou com uma madrinha, por volta das 17h. A garota contou que os abusos começaram quando ela tinha sete anos e que a mãe se negava a acreditar nas queixas que fazia. Aconselhada pela madrinha, moradora de Soledade, decidiu procurar ajuda especializada.

A menina foi levada até nesta terça-feira à Delegacia de Polícia, onde prestou depoimento, e seguiu para realização de exames. Ela passou a ser acompanhada também por um psicólogo e deve permanecer em Soledade por tempo indeterminado, como medida protetiva.

Segundo Noeli, ao saber que a filha estava no Conselho Tutelar, a mãe entrou em contato dizendo que registraria ocorrência policial por fuga antes de buscá-la. A mãe, então, foi orientada de que a menina não voltaria para casa imediatamente. 
O Conselho Tutelar de Marau foi acionado pelo de Soledade para fazer uma visita na casa da mãe e analisar a situação. O caso agora passa a ser investigado pela Polícia Civil, com acompanhamento de conselheiros tutelares das duas cidades.

 

INFORMAÇÕES: ZH