logo fm91 logo 1500am whats-radio9

FREDERICO WESTPHALEN - atividades encerram chamada pública do tabaco no Município

858- Frederico Wstphalen- Enceramento chamada do tabaco 2 copy

A comunidade da Linha Santos Anjos, interior de Frederico Westphalen, recebeu nesta quarta-feira (29/08) agricultores assistidos da Chamada Pública de Diversificação ao Tabaco para o encerramento das atividades. O encontro, promovido pela Emater/RS-Ascar, reuniu 70 pessoas no salão da comunidade. A Chamada Pública de Diversificação ao Tabaco, do Ministério de Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA), executada pela Emater/RS-Ascar, tem o objetivo de apresentar diferentes alternativas de geração de renda, para promoção do bem-estar e da qualidade de vida às famílias envolvidas com a atividade do tabaco.

Em Frederico Westphalen, em três anos de desenvolvimento da Chamada Pública foram assessoradas 55 famílias de agricultores das comunidades Linha São Brás, Linha Santos Anjos, Linha Encruzilhada, Linha São Paulo e Getúlio Vargas. De acordo com a extensionista social da Emater/RS-Ascar, Vera Izabel Cancian, durante os três anos de execução da Chamada Pública de Diversificação ao Tabaco foram realizadas excursões, trocas de sementes, dias de campo, palestras e visitadas experiências em outros municípios. As atividades abordaram diferentes temáticas, como fomento à agroindustrialização, organização da propriedade e práticas de jardinagem, segurança e soberania alimentar, entre outroa. As atividades da Chamada Pública foram encerradas, mas a equipe da Emater/RS-Ascar continuará desenvolvendo a Assistência Técnica e Extensão Rural e Social junto às famílias.

A agricultora e assistida da Chamada Pública de Diversificação ao Tabaco, Alirtes Simi, moradora da Linha São Paulo, há 17 anos trabalha com o tabaco, desde que adquiriu sua terra através do Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF), antigo Banco da Terra. Nos 11 hectares, ela e o marido plantam atualmente 40 mil pés de fumo. Como proposta da Chamada Pública, a intenção da família Simi é substituir a produção de tabaco pelo leite. Em até três anos a família pretende encerrar o plantio de fumo e investir na atividade leiteira.

Ao enfrentar problemas de saúde do marido e a pouca mão de obra da família, uma vez que somente o casal ficou na propriedade, o casal decidiu que a atividade leiteira é uma alternativa viável para manter a geração de renda e qualidade de vida da família. “Tudo o que nós adquirimos foi através do tabaco. Ele dá dinheiro, só que é sofrido. E como somos só nós dois agora na propriedade, tivemos que optar por outra atividade”, comentou a agricultora. A família Simi possui 17 vacas e já iniciou a implantação das pastagens perenes.

Durante o encerramento da Chamada Pública, a equipe do Escritório Municipal da Emater/RS-Ascar de Frederico Westphalen apresentou às famílias diferentes alternativas para geração de renda em suas propriedades. O engenheiro agrônomo, Mateus Stefanello, falou das agroindústrias, destacando os incentivos do Programa Estadual de Agroindústria Familiar (Peaf). O engenheiro agrônomo, Jeferson Vidal Figueiredo, explanou sobre a importância do planejamento e da gestão para as propriedades e paras as atividades, enfocando a atividade leiteira. A atividade da olericultura foi tema abordado pelo técnico em agropecuária, Alécio Lapazzin, e pela extensionista social, Vera Izabel Cancian, que falou sobre organização da propriedade e saneamento básico. 

Fonte: Emater - AI