logo fm91 logo 1500am whats-radio9

PALMEIRA DAS MISSÕES - coleta seletiva: problemas são identificados após dois meses

folder-novo-002

Após reunião entre a empresa Simpex, responsável pela coleta e destinação dos resíduos sólidos de Palmeira, e o Departamento de Meio Ambiente do Município, foram identificados alguns problemas enfrentados com o início da coleta seletiva em toda a cidade, em julho deste ano.  

Dentre os problemas observados, está a não separação do lixo em seco e orgânico, sendo que em alguns bairros esta dificuldade é mais visível. Além disso, alguns moradores não estão atentos ao horário da coleta, que é a partir das 5h30min da manhã, e acabam colocando o lixo na lixeira após a passagem do caminhão.

O depósito do lixo nos dias errados também foi observado após o acompanhamento da coleta, lembrando que além de separar o lixo a população deve depositar cada tipo no seu dia correto. Por exemplo, rejeitos, como fraldas e papel higiênico devem ser descartados no dia do lixo orgânico.

A Simpex e a Prefeitura solicitam a atenção da comunidade para evitar estes contratempos, que dificultam o trabalho dos coletores. Para demais dúvidas e sugestões os moradores podem entrar em contato pelo telefone (55) 3742 – 7319, no Departamento do Meio Ambiente.

Outras dúvidas:

- Isopor de embalagens de bolachas e carnes é coletado no lixo seco;

- Já os isopores de eletrodomésticos devem ser entregues no local de compra do item;

- Caixas de leite vazias e marmitas sujas de comida, porém sem comida, devem ser depositadas no lixo seco.

- Marmitas de alumínio cheias de comida devem ser descartadas no lixo orgânico;

- Papelão molhado e sujo deve ser descartado no lixo seco, a não ser que esteja muito deteriorado, neste caso deve ser colocado no lixo orgânico;

- Jornais sujos com rejeitos de animais, bem como as areias são classificados como rejeito, portanto descartados no dia do lixo orgânico;

- Grama, poda, madeiras, resíduos da construção como cimento, tijolos e areia não são coletados pela Simpex, sendo de responsabilidade do morador dar o destino correto.

Em anexo itinerário da coleta. 

Fonte: Priscila Devens - AIP