logo fm91 logo 1500am whats-radio9

Aulas perdidas com greve só poderão ser recuperadas no fim do ano letivo

EAD

 

Em circular enviada às escolas, a Secretaria Estadual de Educação (Seduc) determinou que as aulas perdidas com a greve dos professores só poderão ser recuperadas no final do ano letivo. O documento foi formulado depois da paralisação dos servidores no mês passado, que durou três dias. Porém, de acordo com a Seduc, a normativa segue em vigor para essa nova mobilização do Cpers, que se iniciou na terça-feira (5) e não tem data para terminar.

Os professores protestam contra mais um parcelamento de salários por parte do governo gaúcho. Desta vez, os educadores estaduais receberam apenas R$ 350 na primeira faixa – e ainda não há previsão de quando serão feitos os próximos depósitos.

De acordo com a presidente do Cpers, Helenir Aguiar Schürer, o calendário de recuperação das aulas é organizado pela escola junto com a comunidade.

A Secretaria de Educação informa que ainda não decidiu se cortará ou não o ponto dos servidores.

De acordo com a Seduc, na 11ª Coordenadoria de Educação (CRE), que abrange a região de Osório, dois terços dos colégios estão sem aulas parciais ou totais. 

INFOS: GAÚCHA