logo fm91 logo 1500am whats-radio

Inter venceu por 1 a 0

 

O Inter venceu o União Frederiquense, por 1 a 0 , na tarde deste domingo, no estádio Vermelhão da Colina. Com o resultado, a equipe de Diego Aguirre chega a 28 pontos e 71,8% de aproveitamento, contra 66,7% do Grêmio, que joga contra o São Paulo, na Arena, às 18h30min. O Colorado criou diversas oportunidades, mas parou nas mãos do goleiro Lúcio que fez grandes defesas e impediu um placar ainda maior. 

Com a derrota, o time de Frederico Westephalen foi rebaixado. Com apenas um jogo, o clube do interior não consegue mais alcançar os adversários que estão fora da zona da degola e retorna para a segunda divisão em 2016. 

Na próxima quarta-feira, às 19h30min, o Inter enfrenta o Ypiranga, no estádio Beira-Rio, em partida adiada da sexta rodada do Gauchão. Já o União Frederiquense só retorna aos gramados no próximo domingo, às 16h, no estádio Antônio David Farina, contra o Veranópolis. 

Mesmo atuando fora de casa, o Inter iniciou a partida pressionando o União Frederiquense. Logo a três minutos, Fabrício bateu forte próximo a grande área e obrigou Lúcio a saltar e espalmar a bola para fora da área. Após o lance, o clube da capital seguiu pressionando. De acordo com números da Rádio Guaíba, aos 18 minutos, o Colorado tinha 74% da posse de bola da partida. 

Aos 19, o Inter criou a principal oportunidade do primeiro tempo. Alex recebeu passe de Fabrício, arrumou a bola e bateu. A bola passou pelo goleiro Lúcio, mas explodiu no travessão e, no rebote, a defesa afastou. Atuando preferencialmente pela esquerda, com Luque e Fabrício, o Inter pressionava, mas tinha dificuldade de furar o bloqueio armado pelo União Frederiquense. Sem opções, a alternativa era levantar a bola na área. 

Fabrício aproveitou cruzamento da direita, aos 23, e cabeceou próximo a marca do pênalti. Lúcio fez a ponte e, no reflexo, espalmou para o lado. Depois deste lance, os dois times passaram a alternar a presença no campo ofensivo. Até que, aos 31, William recebeu passe de Valdívia, invadiu a área e bateu, obrigando Lúcio a tapear a bola pela linha de fundo.

Nos 15 minutos seguintes, a equipe de Diego Aguirre viu o adversário crescer e passou a buscar os contra-ataques para tentar surpreender o União. O time de Frederico Westphalen chegou a pressionar, mas sem criar oportunidades claras de gols.

No intervalo, Aguirre retirou Nico Freitas e Luque e colocou Rodrigo Dourado e Anderson. Valdívia mudou o posicionamento, da direita para a esquerda, e nos primeiros dez minutos criou três oportunidades chutando da intermediária. 

Na primeira, em cobrança de falta pela esquerda de ataque, a bola quicou dentro da área e Lúcio fez defesa segura. Na segunda, a bola explodiu no peito do goleiro e sobrou para Sasha, que não conseguiu dominar. Na terceira, ela passou rente ao poste superior. 

Aos 10 minutos, William fez lançamento para Sasha, que foi em direção à linha de fundo e cruzou. Valdívia, sem marcação, empurrou para o fundo das redes. Inter 1 a 0. Sete minutos depois, em um rápido contra-ataque, Valdívia foi à linha de fundo e cruzou. Sasha deu de biquinho, mas a bola bateu em Lúcio e foi em direção a linha de fundo. No rebote, o atacante tentou cruzar, mas a defesa afastou. 

Ao 18, Tomas derrubou Fabrício dentro da área e o juiz marcou pênalti. Alex cobrou a meia altura no lado direito de Lúcio, que saltou e fez a defesa. Aos 25, Paulão errou e Aldair roubou a bola. Invadiu a área e bateu forte, mas Alisson fez excelente defesa e o gol de empate. 

Nos minutos finais, o União tentou reagir para evitar o rebaixamento, porém, não conseguiu furar o bloqueio defensivo do Inter, que passou a contra-atacar em velocidade para ampliar. Aos 41, Eduardo Sasha invadiu a área pela direita e bateu forte, mas Lúcio fez mais uma excelente defesa.

Fonte: Correio do Povo.